Medo de falar em público? Melhore agora com essas 3 dicas práticas!

Nos dias de hoje, a alta competitividade faz com que as pessoas se preparem cada vez mais para o mercado de trabalho. Não é à toa que a facilidade de comunicação eficiente é uma das características mais desejadas e valorizadas pelas maiores empresas do mundo. Falar bem, de forma natural, demonstrando segurança nas mais diversas situações, é imprescindível para qualquer profissional. É hora de as pessoas aceitarem que precisam saber falar em público para ter sucesso. E isso inclui você.

O problema é que é muito comum vermos pessoas que sabem tudo de um determinado assunto, têm mestrado e doutorado, mas não conseguem transmitir isso para outras pessoas, pois a timidez não os deixa falar em público.

Foi pensando nisso que escrevi este artigo, no intuito de dar algumas dicas práticas que te ajudarão a superar o medo de falar em público. Não estou dizendo que é uma tarefa fácil, mas estou seguro de que, se você se esforçar, poderá atingir resultados incríveis.

Não, não é só você

Entenda uma coisa: falar em público é um dos maiores medos do ser humano. As razões para isso são as mais variadas, como a falta de prática, de autoconfiança, o medo de ser julgado, de falhar ou alguma experiência similar traumática no passado. Ou seja, não só você, mas milhões de pessoas sofrem com isso todos os dias. Inclusive pessoas ao seu redor, talvez aquelas que, na sua mente, são as que mais te julgam e te deixam desconfortável.

Os sintomas da timidez são muito fáceis de perceber: boca seca, taquicardia, desvios no olhar, fala hesitante, suor, tremor, falar rápido demais etc. É uma pena que nossos sistema educacional não passa nem perto de nos preparar para a vida real, o que inclui a falta de incentivos para falar em público.

O fundamental é que você entenda que falar bem não é dom, não é uma qualidade inata da pessoa. Isso quer dizer que é uma habilidade passível de desenvolvimento e aperfeiçoamento, desde que você um método adequado, com técnicas e exercícios práticos e simples para melhor sua autoestima e afastar seus bloqueios.

Pratique em um lugar confortável

Quando se fala em um lugar confortável, o primeiro que vem à cabeça é a nossa própria casa. Pois bem. Treine falar diante do espelho. Verifique se sua voz está saindo de forma clara, limpa, com um bom volume e uma dicção adequada. Observe suas expressões faciais e seus gestos.

Se não souber o que falar, experimente ler qualquer coisa em voz alta. Com isso, você começará a entender como sua voz funciona, se acostumará com ela e aprenderá o necessário para projetá-la bem nos momentos necessários.

Depois disso, chame alguém com quem você tenha muita intimidade e o use como plateia. É fundamental que, após, você peça um feedback sincero e saiba receber bem as críticas positivas e negativas.

Inspire. Expire. Repita.

Um sintoma claríssimo de nervosismo é a respiração alterada. Por isso, há pelo menos dois momentos em que você deverá se atentar para isso. Antes da sua fala, vá para um lugar tranquilo, concentre-se, repasse mentalmente o roteiro de sua apresentação, inspire pelo nariz, prenda a respiração por 3 a 5 segundos e depois expire lentamente pela boca. Repita isso até que você se sinta calmo e confiante.

É de suma importância que você se preocupe com a respiração durante a sua fala. Para isso, você deve inspirar, segurar o ar e ir soltando lentamente enquanto fala. A ansiedade deixa nossa respiração curta e rápida, o que acaba desperdiçando uma grande quantidade de ar.

Saiba mais!

Se você gostou das dicas e tem interesse em perder de vez seu medo de falar em público, acesse o nosso curso de oratória em www.guiadaoratoria.com e conheça muitos exercícios práticos e eficientes que mudarão sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *