14 exercícios práticos para vencer a timidez

Todos nós conhecemos aquelas pessoas que, desde a infância, são falantes e comunicativas. Fato desconhecido para muitos é que elas são a exceção. Se, por um lado, há aqueles que tagarelam sem parar em frente de 10, 100, 1.000 pessoas, de outro, há quem não consiga falar 3 palavras com um desconhecido em um elevador.

Seria imprudente dividir as pessoas entre tímidos e extrovertidos. Isso porque existem graus de intensidade entre esses dois adjetivos. A verdade é que você não precisa ficar preso com a sua timidez para sempre.

Pensando em pessoas como você, eu preparei este artigo com diversos exercícios práticos, simples e de eficácia comprovada para você ficar mais confiante e começar imediatamente a vencer a batalha contra o medo de falar em público.

1. Pare de dizer que você é tímido

Não existe a menor necessidade de avisar todo mundo sobre a sua timidez. Essa é uma mania recorrente entre os tímidos. Qual o problema disso? Eu te explico. Quando você começa a divulgar por aí que você é tímido, as pessoas imediatamente começam a te tratar como tal. A timidez não é uma característica tão aparente quanto você imagina. Aqueles que são mais próximos a você certamente já sabem disso. Os menos conhecidos não sabem e talvez nunca saiba. Então deixe assim.

2. Ignore quaisquer comentários a respeito

Quando outras pessoas mencionarem em público a sua timidez, simplesmente sorria e não demonstre dar grande importância a isso. Quanto mais você alimenta o monstro, mais ele cresce.

3. Conheça suas reações e se prepare para elas

O seu corpo fala muito mais sobre você do que suas próprias palavras. Por isso, em situações de tensão, os sinais físicos costumam a ficar bem evidentes em pessoas tímidas. É bom que você saiba bem como seu corpo reage a cada situação e tenha uma estratégia para escapar dela.

Por exemplo, se você sabe que, sempre que você precisa falar em público, você fica vermelho, lide com isso. Quando acontecer e alguém comentar, responda algo do tipo “ah, eu fico vermelho muito fácil desde pequeno” e prossiga como se nada estivesse acontecendo.

4. Chega de autossabotagem!

Na maioria das vezes, nós somos nossos piores inimigos. Não deixe que sua autocrítica te deixe para baixo. Em vez disso, escute cada palavra que essa voz crítica tem a dizer e reflita a respeito. Ter noção dos nossos pontos fracos é importante, até para trabalharmos para melhorá-los, mas é essencial que consigamos focar nossas energias em nossos pontos mais fortes.

5. Conheça seus pontos fortes

Faça uma lista com todas as suas qualidades. Se você tiver dificuldade para isso, chame um amigo ou alguém da família para te ajudar. Sempre que você se sentir inseguro, pegue a lista, leia-a devagar e em voz alta e lembre o quanto você tem a oferecer para o mundo.

6. Cuidado com os relacionamentos

As pessoas tímidas costumam ter poucos e profundas relações. Isso significa que a escolha de um amigo ou de um parceiro é fundamental. Dedique seu tempo para as pessoas na sua vida que conseguem retribuir o que você sente por elas, pessoas calorosas, incentivadoras. O mundo já tem críticos destrutivos demais. Afaste-se deles.

7. Fuja do bullying

Há pessoas que são cruéis por natureza, que têm apreço pelo sarcasmo, ainda que isso faça mal para os outros. Há também quem simplesmente não tem bom senso e acaba falando as coisas sem pensar nas consequências. Independentemente disso, manter distância de todas essas pessoas é a atitude mais saudável que você pode tomar.

8. Preste atenção ao seu redor

Uma das grandes características da pessoa tímida é focar suas atenções em si mesma, potencializando, assim, seus defeitos. Tente fazer o oposto. Comece a observar as pessoas ao seu redor, como elas se comportam, quem parece mais introvertido, quem é mais despojado, quais são os sinais de timidez. Com isso, você passará a perceber que muitas pessoas à sua volta também sofrem do mesmo problema que o seu. Você não está sozinho!

9. Um momento ruim não significa um dia ruim

Perder a batalha não é perder a guerra. E digo mais: um tiro de raspão tampouco significa que você perdeu a batalha. Quando você passa uma considerável parte de tempo perdido em seus pensamentos – prática costumeira de pessoas tímidas -, as próprias experiências são facilmente distorcidas. Isso faz com que você pense que o seu momento de timidez arruinou a festa da firma, o aniversário do seu cunhado ou a ceia de natal. Não é assim. Na maioria das vezes – e eu falo bastante sério – ninguém nem irá se lembrar do que aconteceu.

10. Desligue a sua imaginação por um momento

As pessoas tímidas têm o costume de pensar que todo mundo ao seu redor está constantemente fazendo juízos de valor a seu respeito. Por isso, é tão comum se sentirem menosprezadas, rejeitadas, carentes de constante aprovação. Ocorre que, na maioria das vezes, esses julgamentos são frutos da imaginação. Entenda uma coisa de uma vez por todas: a maioria das pessoas não está nem aí para você! Por mais duro que isso possa parecer, não deixa de ser verdade. E isso não quer dizer que o ser humano é um animal irracional e sem sentimentos (por mais que às vezes pareça). A verdade é que a maioria das pessoas está com a cabeça nos próprios problemas. Em regra, ninguém tem tempo para perder pensando nos problemas dos outros.

11. Olhe a besta nos olhos e a pegue pelos chifres

Esse realmente não é um conselho fácil de se seguir, mas é o mais eficiente. Quando você estiver com medo, ansioso, nervoso, a melhor coisa a se fazer é encarar o problema. Olho no olho. Pule de cabeça e acabe com isso de uma vez por todas. Não é à toa que a Nike ficou famosa por ostentar um dos slogans mais brilhantes de todos os tempos: Just do it! (Apenas faça!).

12. Dê nome aos bois

Faça uma lista com todas as suas preocupações, seus medos, suas fobias. Colocá-los no papel deixará mais fácil fazer um plano para eliminá-los e seguir adiante. Essa parte é fundamental. Ok, fazer a lista é importante, mas de nada adianta você tomar consciência de todos seus medos se você não se preparar estrategicamente para lidar com eles.

13. Seja confiante

Sei que parece uma dica um tanto quanto óbvia. Todo mundo sabe que é muito melhor quando somos confiantes, mas então por que as pessoas não fazem isso? Não adianta nada você saber de algo se não souber aplicá-lo.

Ser confiante deriva de ter atitude, tomar ações, do aprendizado, da prática até chegar no domínio. Você se lembra de quando aprendeu a andar de bicicleta? No começo, era aterrorizante, mas depois de algumas tentativas, alguns joelhos ralados, você começou a aprender a andar sem rodinhas até chegar ao ponto de ficar confiante.

A confiança nas relações sociais funciona da mesma forma. É preciso treinar, treinar e treinar. Você provavelmente tomará alguns tombos, mas eles deixarão no máximo alguns joelhos ralados que durarão alguns dias e sumirão.

Sentir-se ansioso não é o problema; evitar situações de interação social, sim. Parar de fugir de situações desconfortáveis é primordial na batalha contra a timidez.

14. Fale mais, fale melhor

Comece a praticar discursos ou apresentações em casa, em frente ao próprio espelho, ainda que você não tenha nenhuma agendada para os próximos dias. Isso deixará seu próprio corpo familiarizado com aquela situação e, quando ela ocorrer, você conseguirá se acalmar muito mais facilmente.

Tente se engajar mais em conversas no trabalho, pergunte a hora para desconhecidos na rua, puxe conversa no elevador, nem que seja para perguntar se vai chover. Seja com amigos, no trabalho, com estranhos que passam pela rua, é fundamental que você pratique a interação social o máximo que puder.

Não é mistério para ninguém que a timidez é um grande atraso na vida de muita gente.Em grande parte, isso ocorre porque as pessoas tímidas tendem a evitar situações de tensão que as exponha, como falar em público. Além disso, a timidez não raramente aparece acompanhada de crises de ansiedade, um grande mal deste século.

Se esse é o seu caso, eu te trago boas notícias: você não está sozinho! Pesquisas apontam que quatro entre cada dez pessoas se considera tímida e percebe que isso implica uma série de problemas em sua vida pessoal.

Embora seja claro que algumas pessoas tenham uma inclinação natural para a timidez, também é evidente que essa batalha precisa ser vencida, principalmente porque vivemos em um mundo cada vez mais competitivo, que considera a comunicação social uma super qualidade para o mercado de trabalho.

Quer acabar com a timidez agora mesmo?

Não deixe a timidez te impedir de conquistar seus sonhos. Se você leu até aqui e se interessou pelo assunto, acesse o nosso curso de oratória em www.guiadaoratoria.com e conheça uma estratégia prática, simples e comprovadamente efetiva para acabar de vez com sua timidez e com o medo de falar em público.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *