10 dicas infalíveis para falar em público sem medo

O medo de falar em público é muito mais comum do que se imagina. Aliás, pesquisas apontam que “glossofobia” (medo de falar em público) está acima até mesmo do medo da morte. Por que será que esse simples ato de interação social aflige milhões e milhões de pessoas ao redor do mundo?

Há uma série de fatores para explicar essa fobia, mas o principal deles é que, desde a infância, não recebemos nenhum incentivo para falar na frente das pessoas. Crescemos sem qualquer treino nessa área. Ainda na escola, só de pensar nas temidas apresentações de trabalho na frente da classe, as pernas tremem, a boca seca, o estômago dá reviravoltas. Já nessa época, aqueles colegas mais despojados, com pouca vergonha, começam a se destacar e tomam a frente nesse papel.

Da mesma forma, na vida adulta, essas mesmas pessoas menos envergonhadas tendem a trilhar caminhos de maior exposição, ganhando notoriedade por sua habilidade de comunicação, sua fala fluida, que muitas vezes é confundida com um charme natural em encantar as pessoas com as palavras. Aos outros, que se apavoram só de pensar em subir em um palanque para palestrar diante de uma plateia ou simplesmente conduzir uma reunião de negócios, seguem à sombra dos oradores mais destemidos.

No entanto, ao contrário do que muitos pensam, a habilidade de falar bem em público nada tem a ver com dom: ora, se ninguém nasce falando, que dirá vem ao mundo com uma boa oratória.

Para falar bem em público, é preciso treinar da forma correta, com dedicação e, principalmente, com um método simples, prático e adequado.

É por isso que vou compartilhar com você cinco dicas rápidas para perder o medo, sair das sombras e começar a falar bem em público:

01 – Falar bem não é dom, é prática!

Da mesma forma que ninguém nasce um bom cirurgião, um notável advogado ou um pianista habilidoso, tampouco ninguém nasce sabendo falar em público. Para isso, é preciso muito treino. Só temos medo daquilo que nos é estranho, que nos causa insegurança, que não dominamos.

Se você precisa dar uma palestra sobre certa área do seu trabalho – e isso te apavora -, você precisa praticar. Inicialmente, faça um roteiro no papel, contendo os tópicos que você pretende abordar de maneira sucinta, e estude bem o tema. A seguir, treine em frente a um espelho, se olhando nos olhos. Uma boa dica é gravar a sua apresentação para que você possa se assistir e corrigir seus próprios erros.

Após, você pode convidar amigos, familiares ou outras pessoas próximas e usá-los como plateia para praticar sua palestra e dar um feedback sobre sua performance. Falar bem é treino!

02 – Corrija sua postura!

Falar bem em público não se resume simplesmente à fala oral em si. Não se fala somente com a voz. O seu corpo também diz muito sobre você, por isso gestos e postura são elementos fundamentais em uma apresentação.

É preciso ter em mente que saber moderar sua postura para transmitir segurança, domínio do tema e, ao mesmo tempo, prender a atenção da sua plateia, é fundamental. Por isso, novamente ressalto a importância de treinar em frente a um espelho e atentar-se para sua postura. Além disso, uma boa dica é assistir a vídeos de excelentes oradores e observar seus gestos e como se portam.

03 – Seja você mesmo.

É normal ver pessoas que, ao falar em público, tentam se transformar e acabam deixando a apresentação muito forçada. Nessas horas, ser natural é fundamental. Por isso, mantenha suas características de fala – como sotaque, dicção, entonação da voz – o mais natural possível.

04 – Falar bem não é falar difícil

Ao contrário do que muitos pensam, falar bem em público não significa utilizar palavras rebuscadas, vocábulos em latim ou da língua inglesa ou citar trechos de poesia parnasiana durante o discurso. Falar bem é se expressar e ser entendido com clareza, de forma coerente e coesa, de forma que o interlocutor saia dali tendo absorvido totalmente a mensagem que você quis passar. Por isso, prepare uma palestra tendo em mente o seu público, tendo a noção de que o vocabulário utilizado deve ser acessível e claro, de modo que quem estiver te ouvindo entenda tudo sem ter de fazer um grande esforço mental para isso.

05 – Entenda seu interlocutor

A regra de ouro da comunicação – fator primordial para falar bem em público – tem como base o tripé: emissor – mensagem – receptor. Desse modo, além de conseguir se expressar bem e de dominar o conteúdo em si, é preciso entender a sua plateia e o valor que a sua mensagem terá para eles. Só assim você conseguirá discernir quais pontos deverão ser abordados com mais empenho e, consequentemente, irá melhorar muito o seu desempenho como orador.

Como você pode perceber, para falar bem não tem segredo: é preciso muita prática. Se você seguir as dicas rápidas deste artigo, já poderá observar uma melhora significativa na sua performance.

Se quiser ter acesso a um método completo, direto e didático, com diversas dicas de oratória e um passo-a-passo para você perder completamente o medo de falar em público, dê uma olhada em nosso curso “Nome do Curso”, criado excepcionalmente para ajudar pessoas como você a dominar a fundamental arte de falar bem.

06 – Equilibre suas feições com a sua mensagem

Nos dias de hoje, é comum que os âncoras de telejornais sejam mais despojados, não sendo mais necessária toda a formalidade de antigamente. Contudo, pense bem: você imaginaria o William Bonner anunciando o ataque às torres do World Trade Center com um sorriso no rosto?

Certos temas delicados requerem uma atenção maior com a postura, o tom de voz, as feições do rosto, cabendo a você equilibrar os momentos de alegria, apreensão, emoção, tristeza etc.

07- Bom-humor é contagiante!

Para complementar a dica anterior, é importante ressaltar que a duração de uma palestra ou de um discurso é diretamente proporcional à necessidade de bom-humor do emissor.

O bom-humor, quando bem dosado, prende a atenção do interlocutor, deixando a transmissão da mensagem mais leve e eficiente, sem deixar de considerar as demais emoções que se deseja passar.

08 – Valorize os recursos à sua disposição

Os recursos são todos os instrumentos que você pode utilizar para incrementar sua apresentação, como microfone, slides, apostilas, entre outros.

Pense na última palestra a que você assistiu. Quanto da mensagem transmitida você absorveu e quanto se perdeu? Pesquisas apontam que grande parte do conteúdo de uma palestra é esquecido pelos ouvintes nos próximos dias. Da mesma forma, também é certo que as pessoas tendem a fixar de forma muito mais sólida as informações apresentadas por meio de recursos multimídia.

No entanto, tome cuidado para que esses recursos não sejam tomem o seu lugar de destaque. Eles devem apenas potencializar a sua mensagem, mas você ainda tem de ser o principal emissor.

09 – Não seja um robô!

A arte de falar bem em público pode ser resumida na capacidade de cativar as pessoas com um discurso. Para isso, nada melhor do que apelar para o lado emocional, dando a ênfase necessária a cada trecho da sua fala e sabendo dosar os momentos mais tristes, os mais intensos, o suspense, a indignação.

Ninguém dá valor a um palestrante que soa como a voz do gps do carro.

Demonstrar os sentimentos na medida certa aproxima a plateia, fazendo com que cada pessoa que está escutando se identifique com você e, com isso, absorva muito mais a mensagem que você deseja passar.

10 – É sempre possível melhorar!

Independentemente da sua experiência, do número de pessoas para que você está acostumado a se apresentar, da sua desenvoltura, é sempre possível – e fundamental – melhorar a sua apresentação.

A melhor forma de receber uma crítica sincera, que pode ser essencial para seu aperfeiçoamento, é pedir um feedback dos seus ouvintes. Isso pode ocorrer por meio de um formulário de críticas e sugestões, disponibilizando-se para perguntas ou até mesmo com uma conversa informal após a apresentação.

Identificar seus erros e pontos fracos e se empenhar em melhorá-los é característica fundamental para todo bom orador.

Falar bem não precisa ser um pesadelo. Não estou dizendo que essa mudança ocorrerá do dia para a noite, mas, se você seguir os 10 passos acima e começar a aplicá-los imediatamente, você irá melhorar de forma exponencial.

Próximos passos

Quer saber mais sobre falar bem em público e virar um expert em oratória? Confira o nosso curso de oratória em www.guiadaoratoria.com e dê agora primeiro passo que irá revolucionar sua vida profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *